Manejo eficiente de pragas reduz aplicações de defensivos em 60%

Adoção de boas práticas agrícolas contribui para cortar custos e diminuir perdas na colheita.

A realização de um eficiente Manejo Integrado de Pragas (MIP) na cultura da soja pode representar uma redução de cerca de 60% nas aplicações de inseticidas na lavoura. O diagnóstico é do engenheiro agrônomo da Emater/RS-Ascar, Fábio Baleirini, que recentemente conduziu dia de campo em fazenda localizada na cidade de Dois Lajeados sobre o tema.

O MIP se constitui em uma boa prática agrícola, sendo estratégica a promoção e a utilização mais racional dos defensivos, com a intenção de reduzir os custos de produção e diminuir as contaminações não apenas do meio ambiente, mas também dos próprios agricultores.

No dia de campo, a Emater/RS informa que os produtores também puderam conhecer mais sobre a importância da cobertura do solo e da rotação de culturas para a preservação de nutrientes, medidas que evitam a compactação, mantendo o solo vivo e garantindo a absorção da água.

Outro aspecto importante para se reduzir as perdas é a regulagem das colheitadeiras. “O tolerável de perdas na soja é um saco por hectare”, diz o assistente técnico regional na área de Culturas da Emater/RS-Ascar, Alano Tonin.

Fonte: http://www.uagro.com.br/editorias/agricultura/2016/12/21/manejo-eficiente-de-pragas-reduz-aplicacoes-de-defensivos-em-60.html / Por DATAGRO