Aumento na mistura de biodiesel pode ser antecipada para julho

Produtores pedem agilidade na aprovação do B9 para aliviar situação de ociosidade das indústrias.

Durante reunião com o ministro de Minas e Energia Fernando Coelho Filho representantes do setor de biodiesel solicitaram a antecipação para julho deste ano da mistura obrigatória de 9% de biodiesel no diesel comercializado no Brasil.

 

Segundo comunicado da Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove), a expectativa é que a pauta seja levada ao Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) para antecipação do aumento na mistura obrigatória para B9, em julho, e B10 em março de 2018.

No encontro com o líder da pasta de Minas e Energia, representantes do setor apresentaram dados que destacaram o aumento nas aquisições do combustível.

“Apenas nos dois primeiros meses de 2017, o volume de diesel importado alcançou dois bilhões de litros, montante 247% maior do que o observado no primeiro bimestre de 2016”, destaca o documento entregue pelo setor produtivo ao ministro.

O documento ressalta que esse cenário é reflexo do mau desempenho da indústria de biocombustíveis nacional.

“A retração do mercado de diesel foi severa pelo segundo ano consecutivo resultante dos efeitos da crise econômica que o País vem atravessando e impõe ao setor de biodiesel ociosidade média da ordem de 50%, patamar preocupante para qualquer setor industrial […]. Cerca de 15 unidades estão paralisadas pelo elevado estresse de oferta decorrente dessa ociosidade”, apontam as entidades representativas do setor.

Além da Abiove, participaram do encontro representantes da Frente Parlamentar Mista do Biodiesel (FrenteBio), União Brasileira do Biodiesel e Bioquerosene (Ubrabio) e Associação dos Produtores de Biodiesel do Brasil (Aprobio).

Fonte: http://www.uagro.com.br/editorias/agroenergia/biodiesel/2017/03/31/aumento-na-mistura-de-biodiesel-pode-ser-antecipada-para-julho.html / DATAGRO